sábado, 4 de fevereiro de 2017

Revistas Elektor [Década de 1980]




É com grande prazer que trago a vocês essa coleção da melhor literatura técnica existente no mundo até os dias de hoje.

No Brasil as publicações da revista Elektor teve duas fases, essa primeira que teve vida curta com apenas 29 edições iniciada em Julho de 1986 até Fevereiro de 1989 e a mais recente iniciada em Abril de 2002 e que não tenho tanta certeza, mas acho que também não está sendo mais editada e distribuída, infelizmente. Uma excelente revista que sempre procurou trazer o que é de melhor em se tratando de projetos eletrônicos, todos testados nos laboratórios da revista garantindo o seu funcionamento.

Para os interessados em fazer uma assinatura mensal da edição em pdf pode acessar esse link.


Quero aproveitar e deixar meus agradecimentos ao Don Akkermans e Raoul Morreau pela cordialidade e receptividade quando entrei em contato com a Elektor para pedir a permissão para essa publicação.


Qualquer problema ou erro nos links deixem um comentário.

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
11 12 13 14 15 16 17/18 19 20 21
22 23 24 25 26 27 28 29/30 31


Acabei esquecendo de um detalhe:

Índice

-----------------------------------------------------------------------------------------------------
 Atualização

Pessoal a Elektor estendeu aquela promoção para assinatura digital Green Membership dando 50% de desconto para os leitores do blog, basta usar o código PICCO16 no campo "Do you have a cupon code" no link acima para receber o desconto, a promoção é válida até 31 de Março então aproveite para fazer sua assinatura antes que acabe a promoção.

25 comentários:

Admin disse...

Boa noite, o link do índice está privado

Picco disse...

Tente novamente, já acertei.

Um abraço

Rodrigo Mendes Guedes disse...

Legal picco

Outa coisa pasei na santa efigenia nesses dias e a litec ea esquemateca fechararm o que aconteceu?

Picco disse...

Rodrigo,

Olá.

Elas já estão fechadas a muito tempo pelo que sei, ouvi falar que alguém ou alguma assistência técnica comprou todos os esquemas que seriam digitalizados, mas não tenho certeza dessa informação, talvez alguma loja vizinha deles tenha mais informação.

Um abraço

Lucio Brito disse...

Muito Bom Obrigado Caro Colega.!

Roberto Gabriel disse...

MUITO BOM.!
Anos atrás montei o capacímetro digital e o analisador de espectro. Ambos funcionaram muito bem. Já o compressor da revista um não ficou bom...

Paulo Silva disse...

Muito bom. Parabéns por esse belíssimo trabalho.

Picco disse...

Roberto,

Obrigado pela visita.

O compressor que você fala é o da edição 9 que usa os BC109 correto? Eu também montei ele e não gostei muito dos resultados, mas também na época não tinha como testá-lo direito.

Um abraço

Edu disse...

Caro Picco, seu blog está demais... um verdadeiro tesouro para os amantes da eletrônica, Gratidão

Picco disse...

Edu,

Que bom que gostou, obrigado pela visita.

Um abraço

Carlos Alberto Pinto disse...

Parabéns, fui leitor até +- os primeiros 14 numeros depois a grana na epoca (mesada) ficou curta, e tive que parar.

E bom reviver o passado.

Picco disse...

Carlos,

Obrigado pela visita.

Se você quiser adquirir as edições mais novas eu estou negociando uma promoção com o pessoal da elektor, em breve eu trago as novidade.

Um abraço

Roberto Gabriel disse...

Oi Picco. Você tem toda razão, é o compressor da revista 9 ( falei besteira, eu disse revista um...) Eu estranhei o circuito não ficar legal, a Elektor não era de falhar...mas enfim, não me lembro te publicarem nenhuma errata à respeito... Um abraço

Picco disse...

Roberto,

Olá.

Pelo que me lembro não publicaram nenhuma errata a respeito desse compressor, quando montei eu lembro que o áudio, quando eu falava perto do microfone bem alto, ele ficava saturado, como foi o único compressor que montei não sei se o comportamento era esse mesmo, teria que ter um osciloscópio para ver a forma de onda na saída.

Um abraço

Carlos Alberto Pinto disse...

Mais em português, ou as da Inglaterra, pois as da inglesas tenho algumas.

Gostaria mesmo é ver algumas da segunda faze da publicação no Brasil, pois esta não cheguei a ver nada.

Picco disse...

Carlos,

Essas da segunda fase são mais atuais e provavelmente o pessoal da elektor não ia permitir postar elas aqui no blog.

Eu tenho umas seis ou sete em papel que comprei quando lançou.

Um abraço

Odair Rodrigues disse...

PIcco as revistas SE 273 275 E 286 pobremas ao abrir .

Picco disse...

Odair,

Provavelmente o arquivo deve ter corrompido quando baixou, baixe novamente e veja se abre.

Um abraço

Unknown disse...

Muito obrigado pela sua contribuição Picco em compartilhar sempre o conhecimento e estes materiais preciosos que hoje se tornaram raridade ,estas revistas trazem informações muito importantes que eu acredito que todos os hobbystas e técnicos da atualidade deveriam conhecer, fica aqui minha expressão de gratidão por ajudar não só a mim que acompanho o blog, mas a muitos, é isso aí amigo abraço!

Sam Irmao disse...

Muito obrigado por compartilhar com nós o conhecimento sempre por meio deste material tão precioso que são as revistas de eletrônica que são raras hoje em dia. Fica aqui meus agradecimentos por seu trabalho e dedicação, é isso aí amigo abraço!

Celso paiva leitao disse...

Oi Picco ,muito legal , tenho todas essas revistas , a Elecktor e uma ótima revista , sinto saudades do tempo de comprrr nas bancas.Abraços .

Andre Luiz disse...

Pessoal vi nessas revistas da Elektor um artigo de como calcular o valor do capacitor para usar em fonte sem transformador ou seja reatancia capacitiva.
So que nao estou achando mais, alguem ai que viu pode me dizer em qual edicao e pagina por favor?

Picco disse...

André,

Esse artigo foi publicado na versão mais nova que teve início nos anos de 2000 e não nessa antiga, ou você pode aprender nesse vídeo:

https://youtu.be/ZWKqY0GRfQw

Um abraço

Andre Luiz disse...

ola picco achei o artigo e que mencionei sobre fonte sem transformador achei que era na elektor 14, mais o artigo esta na Revista Circuito Fechado N14 pagina 18 do pdf da uma olhada ai, estou add um resistor limitador fusivel e varistor para caso haja falha no capacitor.

Picco disse...

André,

Esse vídeo que fiz foi baseado no artigo da elektor por isso citei, mas quanto as proteções, sim, fica bom adicionar o resistor e o varistor para proteção pois no vídeo que fiz não falei muito de proteção, você pode adicionar também um fusível térmico fixo no corpo do resistor limitador.

Mas lembre-se, essas fontes são para correntes baixas, de até uns 150/200mA somente, acima disso vale mais a pena usar transformador pois o transformador faz o isolamento elétrico da rede que é o mais importante numa fonte.

Um abraço